Notícias

1 17/05/2024 11:53

Ideia é que essas cidades tenham estruturas e serviços temporários na região metropolitana de Porto Alegre

O governo do Rio Grande do Sul pretende criar ao menos quatro cidades provisórias para abrigar vítimas que estão alojadas em abrigos devido à tragédia climática que atinge todo o estado. A ideia é que essas cidades tenham estruturas e serviços temporários na região metropolitana de Porto Alegre No total, 77 mil pessoas estão em abrigos que, em sua maioria, são locais improvisados, como ginásios de esportes, igrejas e escolas. 

Segundo o vice-governador do RS, Gabriel Souza, o objetivo é construir estruturas temporárias com dormitórios individuais e áreas comunitárias, como banheiros, cozinha, lavanderia, espaço para crianças e animais de estimação, para funcionarem enquanto os desabrigados não têm para onde ir.

No momento, o governo está em busca de áreas que não correm risco de alagamento para iniciar a instalação dessas cidades temporárias. Inicialmente, Porto Alegre, Canoas, São Leopoldo e Guaíba serão os municípios beneficiados. No total, nas quatro cidades, estão 51 mil dos 77 mil desabrigados. 







Rua João Fraga Brandão, 473A - 1º Andar - Centro - Jacobina/BA. CEP: 44.700-000
Tel.: (74) 3621-7474 | 9 9121-7888 | 9 9983-4318 | 9 8130-6939 | 9 9148-0077 (Whatsapp) - A Rádio que mais cresce na Bahia!
©2016 - Rádio Jaraguar - Todos os direitos reservados.